blog

Como estudar nos Estados Unidos em 6 passos

Não é difícil encontrar jovens que carregam o sonho de estudar nas grandes universidades dos Estados Unidos, país que é lar de algumas das instituições mais renomadas do mundo. A House sabe que os Housemates têm o desejo de desbravar o mundo através da educação e nós estamos aqui para ajudá-los nesta conquista. 🙂 

Se você persegue este sonho, deve estar se perguntando “por onde eu começo?”. Aqui você irá encontrar um guia com informações que irão te ajudar a tirar o sonho do papel e ir estudar nos EUA.

Quais são os requisitos para estudar nos EUA?

Antes de tudo, é importante lembrar que cada universidade dos Estados Unidos pode ter requisitos específicos para a admissão de estudantes estrangeiros. No entanto, alguns deles são comuns na maioria das instituições:

  • Ensino médio completo;
  • Proficiência em inglês comprovada através do TOEFL;
  • Fazer as provas ACT ou SAT, que são parecidas com o Enem do Brasil;
  • Disponibilizar as notas do ensino médio para avaliação;
  • Atividades extracurriculares;
  • Cartas de recomendação de professores e/ou orientadores;
  • Redação de um essay, uma espécie de texto de apresentação do candidato;

O processo de ingresso em uma universidade americana se diferencia do brasileiro, o que pode assustar os estudantes no início. Mas a intenção das faculdades é avaliar os candidatos com base em seu histórico acadêmico completo, considerando tudo o que foi feito para alcançar seus objetivos dentro da sua realidade. 

Sendo assim, durante a sua inscrição, você terá chances de mostrar mais do que as suas notas, mas também quem é você fora da sala de aula. Então, quer saber o que você precisa para ter uma boa aplicação em uma instituição nos EUA? Abaixo você irá conferir alguns passos básicos para dar start neste sonho. Boa leitura! 

Escolha a universidade que você deseja estudar

Cada instituição americana tem seu método de ingresso. Por isso, conhecer a faculdade que você quer aplicar vai te ajudar a direcionar sua energia para um único objetivo facilitando o processo. Pesquise sobre as faculdades que te interessam e confira se você se encaixa em todos os requisitos. Depois, é só manter o foco para ter uma boa avaliação!

Faça atividades extracurriculares

As universidades americanas valorizam candidatos que demonstram compromisso com atividades que vão além do ambiente escolar. É a sua oportunidade de mostrar o que é relevante para você além da sala de aula. Participar de esportes, clubes de debate, grupos de voluntariado e outras atividades extracurriculares irá destacar suas habilidades e experiências únicas, o que fará a diferença na sua candidatura. 

Além disso, essas atividades podem te ajudar a desenvolver habilidades importantes, como comunicação, colaboração e resolução de problemas, que serão úteis em todas as áreas de sua vida. Por isso, se envolva em atividades que sejam significativas para você e para seu crescimento pessoal e profissional.

Se prepare para as provas ACT ou SAT

A maioria das universidades americanas exige que os candidatos façam o American College Test (ACT) ou o Scholastic Aptitude Test (SAT). Os testes devem ser feitos pelos estudantes ao final do Ensino Médio para avaliar suas habilidades em matemática, leitura e escrita. O objetivo da prova é constatar se os candidatos estão prontos para ingressar na faculdade nos EUA e, para isso, precisam ser fluentes na língua inglesa. 

Se sair bem nessa prova é o primeiro passo para chegar mais perto de um diploma nos Estados Unidos, então prepare-se! Existe a possibilidade de refazer o teste e usar a sua melhor nota na inscrição. 

Peça cartas de recomendação

As cartas de recomendação são uma forma dos professores compartilharem suas impressões sobre o desempenho e as habilidades dos alunos. As faculdades americanas valorizam muito as cartas, pois elas oferecem uma perspectiva mais ampla sobre os candidatos, que vai além de suas notas e resultados em testes padronizados. Através dela, a faculdade poderá entender melhor a personalidade do candidato e garantir que ele se encaixa na vaga para qual aplicou.

Para conseguir uma boa carta de recomendação, peça para professores ou mentores que conheçam bem o seu histórico acadêmico e possam dar uma avaliação detalhada e positiva sobre você. A carta precisa provar para os avaliadores que você se destaca dos demais em algum aspecto relevante para a instituição. 

Escreva seu essay

A redação de um essay é uma oportunidade para você escrever sobre as suas realizações, experiências e suas ambições, onde os avaliadores podem conhecer quem você é. O objetivo do essay é dar aos candidatos a oportunidade de se apresentarem de forma única e pessoal, para que os avaliadores possam entender melhor quem eles são e como se encaixam na comunidade acadêmica.

Para ter um bom essay, escolha um tema que seja pessoal e significativo, mas também relevante para a faculdade que você está se candidatando. Para ter um texto fluído e evitar falhas gramaticais, escreva seu essay em inglês e garanta que a redação seja corrigida também por pessoas fluentes no idioma.

Comprove sua proficiência no inglês

Comprovar sua proficiência no inglês é parte essencial deste processo. As universidades americanas exigem que os candidatos sejam fluentes no idioma e, para os estrangeiros, é necessário que tenham uma nota mínima no TOEFL.

O teste TOEFL avalia as habilidades dos candidatos em escuta, leitura e escrita em inglês acadêmico. Na House, o nosso método de ensino desenvolve as habilidades de cada aluno de acordo com seus objetivos pessoais. Com um ambiente acolhedor e uma equipe preparada, nossos Housemates alcançam a fluência ao mesmo tempo que se divertem sendo parte da nossa comunidade. 

Precisa de suporte para se preparar para o TOEFL? Está procurando aulas personalizadas que irão te ajudar a realizar o sonho de estudar nos Estados Unidos? Fale conosco e venha ser um Housemate! 

Veja também