blog

Coisas que você precisa saber antes de matricular seu filho em um curso de inglês

Se você está em dúvida sobre matricular seu filho em um curso de inglês, vamos te ajudar a entender qual o momento ideal para iniciar o aprendizado de uma segunda língua e dar dicas de como escolher a melhor escola de inglês para crianças e adolescentes. Ao longo deste texto, você vai descobrir a forma correta de ensinar inglês para crianças e o que muda no aprendizado em relação aos adultos. Aproveite a leitura!

Uma coisa é certa: nunca é muito cedo ou muito tarde para aprender inglês. Claro que a metodologia precisa variar dependendo da idade do aluno, pois em cada etapa da vida desenvolvemos habilidades e modos diferentes de aprender, mas em qualquer idade essa sempre vai ser uma experiência que traz benefícios para as nossas relações sociais e profissionais.

Agora vamos responder as principais dúvidas dos pais na hora de decidir matricular o filho em uma escola de inglês. Preparado?

É verdade que as crianças aprendem inglês com maior facilidade?

É comum achar que as crianças aprendem mais rápido, mas isso depende muito do ponto de vista. Cientistas ainda estudam como o cérebro das crianças absorve novas informações, e tudo indica que a maior flexibilidade nesta idade ajuda a assimilar o conhecimento com certa facilidade, mas não há uma conclusão exata sobre essa afirmação. 

O que sabemos de certeza é que, quando o assunto é sons, as crianças são como esponjas. Elas reconhecem diferentes variações de sons e os reproduzem de uma forma muito mais apurada que os adultos. Vale lembrar que, elas aprendem repetindo os comportamentos que observam, então podem ser consideradas pequenos mestres da imitação. Crianças pequenas também não têm vícios de linguagem ou sotaques, por isso as pessoas que têm aulas de inglês na infância costumam ter a pronúncia muito mais limpa e similar à dos nativos do que os que começam a estudar inglês já adultos. Então a resposta certa é: as crianças aprendem sons com maior facilidade que os adultos. 😀

Posso matricular meu filho no inglês durante a alfabetização?

Sim! O aprendizado do inglês não vai prejudicar em nada o aprendizado do português desde que o foco do novo idioma não seja a leitura e a escrita. Como a criança ainda está aprendendo a ler e escrever em português, as aulas de inglês devem ser focadas nas habilidades de fala e compreensão auditiva.  Mas pesquise bastante para ter certeza de que está escolhendo uma escola de inglês que tem a metodologia adequada para crianças pequenas, pois o aprendizado nesta fase exige muita paciência, ludicidade e estímulos sensoriais.

Para as crianças maiores e para os adolescentes, o aprendizado do inglês pode explorar as 4 habilidades – reading (ler), writing (escrever), listening (ouvir) e speaking (falar) – mas sempre levando em consideração que eles são mais propensos a se distraírem durante as aulas. Por isso, a metodologia tem que ser bastante dinâmica e explorar atividades prazerosas e divertidas.

O que uma boa escola de inglês para crianças e adolescentes deve oferecer?

O principal requisito é que a escola seja um ambiente em que eles se sintam seguros, confortávies e encorajados a interagir socialmente. Rotinas muito rígidas e pressão não funcionam bem nesta fase do aprendizado, o segredo é ensinar de um jeito que não pareça uma lição.

Para os menores, as dinâmicas devem explorar coisas comuns do cotidiano, como produtos de entretenimento e brincadeiras. O aprendizado do inglês deve ser despretensioso e natural, da mesma forma que aprenderam a se comunicar, caminhar e brincar – essas são coisas impossíveis de esquecer, e com o método certo o inglês pode ser inesquecível também.

As crianças e adolescentes são extremamente sociais, gostam de pertencer a grupos e normalmente se esforçam para interagir no contexto. Uma boa escola de inglês para crianças e adolescentes deve estimular a criação de vínculos entre os alunos e propiciar situações divertidas no dia a dia para ajudar a tornar o aprendizado mais prazeroso, por isso atividades e brincadeiras em grupo funcionam muito bem. Aulas de inglês que envolvem jogos, músicas, histórias e brincadeiras são imprescindíveis para manter o aluno atento e interessado em aprender sempre mais.

Resumindo, para escolher a melhor escola de inglês para o seu filho, você deve fazer algumas perguntas:

  • A escola possui uma estrutura amigável e que preza pela convivência?
  • A metodologia inclui atividades lúdicas, como jogos e brincadeiras?
  • Os alunos são estimulados a interagir em trabalhos em grupo?
  • A escola disponibiliza materiais adequados para a cada faixa etária?
  • A turma não tem alunos demais? Turmas muito grandes podem distrair tanto alunos quanto professores, impossibilitando que as necessidades individuais do aluno recebam a atenção necessária.
  • As aulas têm duração adequada e a variação de conteúdos necessária para prender o interesse do aluno?
  • Os alunos participam de atividades fora da escola, como passeios?

Esses são alguns dos fatores que você deve prestar atenção da hora de escolher a melhor escola de inglês para o seu filho.

4 principais diferenças entre ensinar inglês para crianças e adultos.

Voltando ao famoso embate “quem aprende com maior facilidade”, essas são as principais diferenças no aprendizado do inglês de crianças e adultos:

  • Acuidade auditiva – nesse quesito, as crianças saem disparado na frente. Os pequenos têm muito mais facilidade em distinguir sons e aprender a pronúncia correta das palavras. Aprender inglês na infância pode contribuir para uma pronúncia mais próxima dos nativos na língua.
  • Concentração – apesar de estarem mais envolvidos com questões externas, como trabalho e atividades domésticas, os adultos são mais focados e conseguem se concentrar por mais tempo do que as crianças. Por isso, as atividades para as crianças devem ser bastante lúdicas e estimulantes.
  • Coragem – no quesito desenvoltura, os menores costumam se sair melhor. Eles não têm tanta vergonha quanto os adultos e o medo de errar não os impede de tentar interagir em inglês. Então as aulas com foco em interação costumam ser bastante atraentes para as crianças.
  • Repertório – adultos costumam criar associações com maior facilidade do que as crianças. Quando aprendem regras, eles conseguem replicá-las para outros exemplos e situações. Por isso, o ensino da língua inglesa para crianças deve ser gradativo e focado em experiências e entretenimento.

Independentemente da idade, aprender inglês abre um mundo de novas possibilidades. Crianças e adultos aprendem de um jeito diferente, portanto a metodologia de ensino também deve ser personalizada. Se você tinha dúvidas se o inglês irá fazer bem para o seu filho, não se preocupe, pois aprender um segundo idioma só vai estimular a criação de novas conexões cerebrais e a interação com outras crianças. 

Quer uma escola que ensina inglês a partir dos 4 anos de um jeito fácil e divertido? Vem pra House – English for life!

Veja também

Como estudar nos Estados Unidos em 6 passos

Como estudar nos Estados Unidos em 6 passos

Não é difícil encontrar jovens que carregam o sonho de estudar nas grandes universidades dos Estados Unidos, a House está aqui para te ajudar nesta conquista. Aqui você irá encontrar um guia com informações que irão te ajudar a tirar o sonho do papel e ir estudar nos EUA.